Passagem RTW (Round the World)

Para comprar as passagens é muito importante tratar com uma agência especializada que saiba como fazer as simulações e como melhorar o trajeto e os preços e alguém de confiança que possa te atender enquanto você está do outro lado do mundo. Nós fizemos tudo com a ADJ Turismo: http://www.adjtur.com.br/ com o Daniel Ricardi.

Nossa passagem é da One World Alliance: http://pt.oneworld.com/

Para escolher entre a One World e a Star Alliance você deve primeiro decidir os países que quer ir porque cada uma serve para determinados países. Toda a simulação pode ser feita no site. O preço depende das paradas que você desejar: países e número de continentes. Nós pagamos US$ 4.500 para 14 paradas. A One World tem limite de 16 trechos mas isso não quer dizer que serão 16 países uma vez que entre um país e outro podem existir conexões obrigatórias em função das parcerias da aliança. Se você não puder fazer o trecho por terra terá que usar um dos 16 trechos.
Como viajamos um ano e não é possível marcar datas com mais de seis meses de antecedência, no meio da viagem tivemos que alterar todas as datas finais e isso teve um custo de US$ 30.  Este foi o custo da consolidadora, pela reemissão de cada passagem. As alterações de datas e horários podem ser feitas pelo próprio passageiro através da companhia área detentora do bilhete (a companhia do primeiro voo feito e que fica responsável pelo bilhete) e dessa forma não há custo algum. A partir do momento que o passageiro faz alguma alteração na passagem, a loja / agência perde o link da passagem e não pode mais visualizar, alterar ou te ajudar em qualquer outra situação. No nosso ponto de vista, não vale a pena porque você fica sem ajuda especializada em caso de problemas. Caso queira mudar destinos o custo é de US$ 150 pela alteração mais a re-tarifação do bilhete, ou seja, o passageiro terá que pagar a diferença de tarifa da época em que o bilhete foi emitido para a data de alteração. Na verdade é quase recomprar o bilhete e o custo pode ficar bem mais alto. Pense bem no roteiro para não ter custos adicionais.
Também é bom lembrar que a primeira linha área que você usa, no nosso caso a British Airways, é a responsável pela passagem toda. Então escolha uma linha área boa e que tenha representações nos países que você vai visitar. É claro que isso vai depender do seu primeiro destino mas é um cuidado a se tomar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s