Informações práticas – Jordânia

Primeiro eu não recomendo a Jordânia para ninguém. Nenhuma beleza do mundo justifica os perrengues que a gente passa. No momento que eles percebem que você é turista, você é roubado. Os taxistas não querem usar o taxímetro, o preço de todos os produtos sobe e você não tem como saber por que os preços não são escritos em números normais e sim em árabe.
O transporte dentro e entre cidades é precaríssimo. Então temos que viver a mercê de taxis que querem te esfolar viva. Então para ir de um lugar ao outro ou de uma cidade a outro você combina um preço. Com uma amiga nossa aconteceu o seguinte: ela combinou o preço, quando chegou ao meio do nada o motorista travou as portas e disse que queria o dobro. Ela se recusou e ele disse que ela então teria que pagar com sexo e começou a boliná-la. Ela conseguiu se impor e fazê-lo leva-la até o ponto combinado pelo preço combinado. Mas passou um apuro e tanto. Mulher sozinha é muito mais difícil.
Nós precisamos de um táxi quando estávamos no maior shopping center de Amã e foi um terror. Sabíamos que o preço justo era 3. O primeiro queria cobrar 10. O próximo queria 7. O outro disse que o que desse no meter vezes dois (que seria 6). Finalmente conseguimos um que conseguimos um que cobrasse o valor do taxímetro, mas o taxímetro dele já começou no valor errado. O certo é 25 centavos. O dele começava nos 60 centavos. Ai conseguimos um que começou nos 25 e ia cobrar o correto. Nos levou para o outro lada da cidade, fumava, falava ao celular, tomava café e não falava uma palavra de inglês ou fingia. Tivemos que pegar um service que queria cobrar preço de táxi. É difícil.
Quando estávamos para ir embora, pegamos um táxi e fomos para a North Bus Station pegar o ônibus para o aeroporto. O ônibus para o aeroporto é oficial. Mesmo assim, chegando lá, apesar do ticket mostrar 3JD (foto) eles pediram 5JD. Quando você pergunta para alguém de lá que já está no ônibus, eles confirmam. Ou seja, todos cafajestes iguais.

Bilhete do ônibus para o aeroporto
Bilhete do ônibus para o aeroporto

Os ônibus entre cidades não tem hora certa, saem quando enche, não tem site em inglês nem tabela de horários tampouco. E quando enchem sua bagagem vai em cima do ônibus (trajetos que não tem ônibus grande).
Se depois de tudo isso você ainda quiser vir, as informações que tenho seguem.

Chegada
Chegando pelo Aeroporto Queen Alia, dirija-se ao terminal 2 e pegue o Express Bus para a estação norte – Turnabour por US$ 4,5 (3JD). Quando chegar na estação, pegue suas coisas, não aceite os motoristas que estão lá esperando o ônibus. Vá para a rua e pegue um táxi com taxímetro. Insiste que você quer by the meter. Deve ser US$ 3 (2JD) até seu hotel no centro da cidade.

Moeda
Dinar Jordaniano dividido em 1000 fils or 100 piastras
Nessa data: 1JD -> 1.14 euros ou US$ 1.41

Transporte dentro das cidades
Como os ônibus são todos escritos em árabe e não tem mapa de ônibus o único jeito em Amã é pegar táxi, mas insistir que você quer by the meter caso contrário será roubado na certa. O táxi não é caro, o problema é que eles não querem usar o meter. Outra possibilidade é pegar um táxi branco que eles chamam de service. Funciona assim: lugares comuns e determinados, custa US$ .60 (.40JD) e eles podem colocar até 4 passageiros (que pegam no caminho e você não conhece).

Transporte entre cidades
De Amã para Petra, de Amã para Aqaba existe o Jett Bus que é um ônibus como os nossos entre cidades e não custa muito. De Aqaba a Amã pagamos US$ 12 (8JD). Agora entre cidades pequenas são minibus que não tem horário e saem quando enche. Também custam barato. De Petra para Aqaba custa US$ 7,5 (5JD)

Hotéis
Amam
Farah Hotel
6 King Ghazi St – centro da cidade perto (andável) das três atrações turísticas
Quarto duplo com banheiro compartilhado, café da manhã, free wi-fi
Preço: US$ 30 (20JD)
Pessoal amigável que te explica tudo e fazem excursões a preços honestos.

Petra
Sunset Hotel
www.petrasunset.com
Quarto duplo com banheiro, café da manhã e wi-fi apenas na recepção e sofrível. Atendimento muito bom. A 100 metros da entrada. Lembre-se que se você ficar em Wadi Musa (a cidade onde está Petra) você terá que gastar US$ 9 (6JD) em táxi ida e volta.
Preço: US$ 37,50 (25JD)

Aqaba
Ficamos num pulgueiro que eu nem vou deixar o nome. Os hotéis em Aqaba são caros por ser praia.Os mais baratos já começam em 40 JD na baixa temporada.
Não saai de Aqaba sem mergulhar. Nos usamos o
Ahlan Aqaba Scuba Diving Center
www.diveinaqaba.com
962 3 2062242
Pagamos 50 JD por dois mergulhos e 10JD pelo snorkel. Eles fornecem café, água, todo o equipamento e transporte até a South Beach (onde tem os corais e as praias mais bonitas.

Entradas para as atrações
Cidadela de Amã – US$ 3 (2JD) com direito a ver o museu. Vale a pena.
Jerash – US$ 12 (8JD) mas vale a pena
Umm Qays – US$ 4,5 (3JD) vale pelas divisas
Ajlun – US$ 1,5 (1JD) bom e barato
Madaba – US$ 1,5 (1JD) não vale a pena, muito simples
Mount Nebo – US$ 1,5 (1JD) vale para quem é religioso e pelas fronteiras
Mar Morto – US$ 24 (16JD) pela curiosidade
Petra – US$ 75 (50JD) para apenas um dia. Apesar do abandono é muito bonita. É um roubo, mas vale a pena.

Segurança
As ruas são seguras. Andamos tarde da noite em becos que eu não andaria no Brasil por nada. Nos hotéis você pode deixar sua mala a vontade que nada acontece mesmo no pulgueiro. Ninguém te dá troco errado. Cobram a mais em tudo quando veem que você é turista mas roubar não.

Eletricidade
220V-230V / 50 Hz
Tomada pinos redondos iguais aos nossos antigos. Bom trazer adaptador para tirar o terra.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s