Informações práticas – Tailândia

A Tailândia é um país limpo, organizado, muita gente fala inglês ou pelo menos tenta e consegue te ajudar. Como em todos os lugares do mundo os taxistas não querem usar o taxímetro, querem te passar a perna sempre. Então sempre combine antes o que você vai querer e não aceite o que não deseja. Peça sempre o taxímetro. Em Bangkok o sistema de transporte é muito bom então táxi só em último caso ou se for mais de uma pessoa. O táxi é tão barato que às vezes em mais de uma pessoa fica mais caro usar o transporte público. Exemplo: duas pessoas indo até a rodoviária do norte usando skytrain e ônibus sai por 106 bahts. Se não tiver trânsito o táxi sai no mesmo preço ou menor.
Nas praias e outras cidades sempre tem que negociar antes com a condução.
Nos supermercados, nas lojas e até nas barracas de rua os preços estão sempre visíveis então é fácil comprar sem ser enganado.
As estradas são excelentes, sempre pista dupla. 95% da população são budistas e, portanto tem maior aceitação e maior respeito com as coisas. Não jogue lixo no chão porque dá multa.
Todos os nomes de lugares e ruas na Tailândia são tentativas de traduzir o som da palavra em thai para os nossos sons portanto não são exatos. Não se espante em encontrar o mesmo lugar com mais de um, às vezes vários, modos de escrever diferentes.

Moeda
Bahts
Nessa data: US$ 1 compra 29 bahts

Atenção
Para cada saque feito no cartão de débito, o banco cobra US$ 5 (150 bahts) então tente sacar o máximo sempre para pagar pouca taxa. O limite é 20.000 bahts cada vez ou o limite do seu banco.

Eletricidade
220V-230V / 50 Hz
Tomada pinos redondos iguais aos nossos antigos e com pinos americanos. Bom trazer adaptador para tirar o pino terra.

Comida
Até agora achamos tudo o mesmo preço do Brasil ou mais barato no supermercado, nos restaurantes e nas ruas. Na aba Informações / Gastos tem a planilha dos nossos gastos inclusive no supermercado. Nos restaurantes, em geral, comemos por US$ 10 os dois com bebida. Nada muito sofisticado. Na rua, que é confiável e dá para comer gastamos US$ 6 ou menos. A comida não é muito apimentada, temperada para nosso gosto e, apesar de ter muita fritura, é saudável porque tem legumes, soja e proteína. Na rua também sempre tem oferta de frutas já cortadas e prontas para comer e sucos (na faixa de US$ 1). Tudo sempre parece muito higiênico.

Transporte entre cidades
Não conseguimos usar trem porque tem que ser agendado com antecedência. Tentamos com dois dias e foi pouco. Todas as cidades que viajamos foram de ônibus. Atenção: a menos que você tenha pouco tempo e paciência, não compre passagens em agências ou no hotel. Além de custarem o triplo do preço levam você em ônibus privado (que aqui não é bom nem seguro), fazem um tour pela cidade pegando vários passageiros, te deixam em algum lugar para juntar todo mundo. Esqueça. Vá até a rodoviária e compre a passagem na agência do governo: www.transport.co.th. Os ônibus são ótimos, seguros, tem rodo moça, lanche e café, saem no horário, chegam no horário e são os mais baratos. Quando você chega à rodoviária é só procurar pelo guichê deles. Não pare em nenhum outro e nem pare ninguém que queira ajudar porque eles vão te mandar para outras companhias.

Transporte nas cidades
Existe de tudo mas uma constante em todas as cidades do interior são os songthaews (pronuncia-se songtaeo) . Veja o post de das praias para saber o que é um. Praias.

Segurança
Total. Não tivemos nenhum problema na viagem toda e nos 24 dias na Tailândia. As pessoas cumprem o combinado, nunca vimos nenhum assalto ou tentativa. Nem no bairro da prostituição vimos qualquer coisa suspeita. Tome apenas os cuidados básicos de sempre.

Dicas
– Endereços são dados da seguinte forma:
– a rua principal, a rua onde está o lugar que é uma travessa da rua principal e que a que te interessa. O número é o primeiro. Exemplo: 7 Sukhumvit, Soi 6 quer dizer que a rua é a Soi 6, número 7 e que a Soi 6 é uma travessa da Sukhumvit.
– todos os nomes em inglês são uma tradução do som da palavra em tailandês para o inglês. Portanto, todos os nomes têm várias versões. Não se espante, tente ir pelo som da palavra.

Bangkok

Chegada
Chegando pelo Suvarnabhumi Airport tudo é tranquilo. A caminho da imigração, pare no Health Control. Caso você não faça isso, depois de ficar na fila da imigração, vão te mandar de volta para o Health Control e você terá perdido tempo. No Health Control eles pedem sua carteira internacional de vacinação, te dão um papel carimbado e você pode rumar para a imigração. Infelizmente vai ficar atrás de todo mundo, mas tem que ser assim. A imigração é rápida (com exceção da fila) e te dão o visto para 90 dias sem custo nenhum. Se precisar alguma informação passe no T.A.T (Tourism Authority of Thailand) que é um dos últimos balcões do aeroporto na direção do Airport Rail Link. Eles ajudam bem. No aeroporto pegue o Airport Rail Link. Existem dois tipos: o Express que não para em nenhuma estação e chega direto em Phaya Thai onde você pega o metro, mas custa o dobro do preço US$ 3,10/ 90 bahts; e o City Line que chega ao mesmo destino e para em todas as estações e custa menos. Depende do seu cansaço e pressa. De Phaya Thai você deve pegar o BTS Skytrain e talvez o Metro (MRT) até o seu destino. Quando você chega ao BTS, deve ir ao guichê, dizer para onde vai e dar o dinheiro. A pessoa apenas te dá de volta o dinheiro trocado para você ir até a máquina de venda automática e comprar a passagem por sua conta. Sai um cartão igual ao nosso bilhete único. Nós fomos para Nana e pagamos US$ 0,80 / 25 bahts.

Oficina de Turismo
Chegando por Bangkok não deixe de passar na T.A.T. – Tourism Authority Thailand porque eles dão informações, mapas, tabela de horários dos trens, tudo que é necessário para você planejar sua viagem.
4 Ratchadamnoem Nok Road, Pom Prap Sattru Phai
Bangkok
Dá para ir andando da estação Nana até lá. Uns 40 minutos caminhando ou vá de táxi.
Das 8:30 às 16:30

Hotel
Ra-jah Hotel Co
www.rajahhotel.com
Sukhumvit Soi 4
Localizado bem no red light district, exatamente na rua de maior concentração de bares de garotas de programa, mas bom hotel. Pessoal do hotel nos ajudou em tudo, escreviam as direções em tailandês, deram todas as dicas de como fazer as coisas de forma mais barata. Quarto grande, limpo, banheiro com banheira, água quente, wi-fi no lobby junto com vários pernilongos, TV LCD com cabo, café da manhã incluído em sistema Buffet, caro para nossos padrões, mas estávamos cansados para procurar mais.
US$ 52 / 1500 bahts

S 6 Sukhumvit Hotel
S6hotel@gmail.com
7 Sukhumvit Soi 6 Skukhumvit rd, perto da Estação Nana do BTS
Hotel bom, limpo, café da manhã incluído e excelente (parecia um almoço), wi-fi no quarto, TV LCD com cabo, a recepção um pouco difícil por causa do inglês. Banheiro com água quente e banheira. Forneciam sabonete, toalha e papel higiênico.
US$ 41 / 1180 bahts

Entradas para as atrações
Grand Palace – tem que ser visto. Além de ser o ponto alto de Bangkok é maravilhoso. Planeje chegar cedo por causa das filas e do calor, dentro tem ponto de água grátis e gelada, vá com as pernas e os braços cobertos ou terá que colocar uma roupa que eles fornecem gratuitamente, mas é usada por todos. Não creio que sejam higienizadas.
US$ 18 / 500 bahts

Wat Pho – templo do Buda Reclinado vale a pena ser visitado. É enorme e você consegue passar meio dia apreciando as belezas do lugar. Eles fornecem água em todo o complexo. Abre das 8:30 às 17:00
US$ 3,34 / 100 bahts

Jim Thompson Museum – interessante, mas meio fora de mão. Você faz a visita com um guia que fala inglês só que em alta temporada é demorado para conseguir um. Se tiver tempo vá até lá para dar uma olhada por fora nas casas e pronto. Abre das 9 às 17:00.
US$ 3,34 / 100 bahts

Movimentar-se na cidade
Movimentar-se em Bangkok é fácil. Todos os meios de transporte são excelentes. Os táxis são novos, os ônibus tem a opção de AC, o metro e o skytrain são fantásticos.
– BTS Skytrain (duas linhas) que além da paisagem que você vai vendo cobre grande parte da cidade. É cobrado de acordo com a distância que você vai percorrer. US$ 0,50 a 1,40 / 15 a 40 bahts
– o MRT metro (uma linha) também cobrado de acordo com a distância. US$ 0,50 a 1,40 / 15 a 40 bahts
– tuk tuks que eu não aconselho porque são extorsivos e não tem taxímetro e o mínimo é sempre US$ 1 / 30 bahts.
– táxi – com taxímetro são baratos. A bandeira é de US$ 1,20 / 35 bahts e cada quilômetro percorrido custa US$ 0,17 / 5 bahts. O passageiro paga o pedágio se houver.
– ônibus – existem muitos, nunca pegamos cheio, com AC custam mais caro de US$ 04,0 a 1 / 11 a 30 baht. Sem AC custam de US$ 04,0 a 1 / 11 a 24 baht. Você paga para uma cobradora que geralmente fala um pouco inglês e pode te dar informações onde descer.
– barco táxi – são barcos que vão pelo Chao Phraya River e que você ainda tem a vista panorâmica. Você tem que descer na estação Saphan Taksin da Silom Line do BTS e ir até o píer. Até o píer 9, onde fica o Grand Palace, pagamos US$ 0,70 / 20 bahts. Fique na fila porque sempre enche porque é usado pelos locais como transporte.

Dicas
– para ir até a Southern Bus Terminal – Rodoviária do Sul (comprar passagens para as praias) use o ônibus 511 que vem com uma placa azul (isso é importante) na frente. O ponto final dele é em Sai Tai Mai, a estação. É mais barato que táxi e metro. Pagamos US$ 0,66 / 17 bahts
– para ir até a Mochit Bus Terminal, Northern and Northeastern – Rodoviária do Norte e Nordeste, vá de BTS, linha Sukhumvit, até Mo Chit, desça, atravesse uma passarela e pega o ônibus 3 ou 77 que tem a estação como ponto final. Para volta é o mesmo trajeto.
– para ir até o Grand Palace, se você estiver em Nana, pegue o BTS e o barco. É muito mais legal do que ir de táxi.
– para o Taling Chan Floating Market, pegue o 511 (placa azul) até a Police Station de Taling Chang e depois um songthaew ou o ônibus.
– deixe para fazer suas Thai Massage em Chang Mai que é mais barato cerca de 80 bahts.

Ao Nang – Krabi
Krabi é uma cidade maior e o que interessa são suas praias e o que você pode fazer a partir daí. Ao Nang é um lugar turístico, com tudo que é necessário: ATMs, McDonalds, como em toda a Tailândia, um Seven Eleven a cada cem metros, restaurantes de rua, comprinhas e saídas para os passeios. Daqui você pode ir para PhiPhi, Phuket e outras ilhas.

Como chegamos
Bangkok para Krabi (praia) – no ônibus VIP que tem dois andares, toalete poltronas maiores e direito a uma refeição no posto de parada. 12 horas de viagem.
Atenção: a passagem do governo dá direito ao jantar ou a uma bebida na parada. Não deixe de trocar. Sai da estação Sul (veja dicas). Chegando a Krabi, pegue um songthaew para Ao Nang. Pagamos US$ 1,70 / 50 bahts cada um e ele nos deixou em frente ao hotel.
US$ 39 /1000 bahts

Como saímos
De Krabi para Koh Samui viajamos de Lomparayah High Speed Ferries. Eles fazem o pick-up no hotel de van, levam até o ônibus VIP (três horas) que vai até Don Sak ( o porto) e depois de uma hora em um catamarã de alta velocidade chegamos a Koh Samui. Tivemos que pegar um songthaew por US$ 3,45/ 100 bahts cada. Eles te deixam onde você pedir em Lamai. Outras praias são mais caras.
US$ 26 / 750 bahts

Hotel
Ao Nang Easy Room – hotel muito gracinha, limpo, gerente sensacional, fornecem toalhas, papel higiênico, shampoo e sabonete, uma garrafa d´água por hóspede por dia, wi-fi no quarto e boa. TV LCD com cabo, limpam todo dia o quarto, banheiro dentro com água quente. Toalete fica separado do chuveiro. Fica em frente ao McDonald´s, rua principal, cheia de restaurantes, massagens e lojas. Pede um depósito de US$ 7/ 200 bahts pela chave devolvido no check-out.
Email: info@aonangeasyroom.com
440 Moo 2 Aonang Beach, Krabi 81000
US 31/ 900 bahts

Passeios
Fizemos dois passeios em Ao Nang:
Four Islands – quatro ilhas. Compramos um pacote. Passam no hotel de manhã, levam você até o barco, depois até Tup Island, Poda Island, Chicken Island, Phra Nang Island e Sii Island. Almoço muito agradável, frutas e água incluídos. Esse passeio vale a pena porque se você fizer sozinho ou em partes fica muito mais caro e os lugares são imperdíveis. Das 9:00 às 15:00. Te devolvem na porta do hotel. Fornecem o equipamento para fazer snorkling em Sii Island. Compramos em uma das várias agências da cidade. Todas confiáveis.
US$ 14 / 400 bahts

Phra Nang Island – pegamos um barco longtail na beira da praia, oficial e passamos o dia em Phra Nang. Vale a pena, você pode caminhar até a caverna que é famosa, pode ver o pessoal fazendo escalada nos paredões em Railay East, ver Railay West. Tudo caminhando. Na hora do almoço chegam os barcos de comida e sucos. Custa pouco mais caro que em Ao Nang mas é um conforto. No final do dia você volta com qualquer um dos barcos que estiver parado por lá. Eles te avisam qual é o último horário.

Dicas
– não deixe de ir passear na praia a noite para ver o pessoal soltando balões coloridos
– não deixe de ir até o final (lado esquerdo) da praia de Ao Nang para ver os macacos.
– faça uma massagem em qualquer uma das barracas de frente para o mar. É um luxo. Eles fornecem as cadeiras para você ficar ao sol, chá e frutas. Pode ficar o dia todo e fazer a massagem à hora que quiser.

Koh Samui
Koh Samui é uma ilha grande da Tailândia no Golfo da Tailândia. A água é esmeralda. Não tem o charme de Ao Nang e nem os preços (é bem mais caro se locomover nela), mas tem todo o resto inclusive pencas de europeus. Ficamos em Lamai que é uma praia menos badalada e mais barata e tinha tudo o que precisávamos: ATMs, Seven Eleven, transporte na porta e comida de rua.

Como chegamos
De Krabi para Koh Samui viajamos de Lomparayah High Speed Ferries. Eles fazem o pick-up no hotel de van, levam até o ônibus VIP (três horas) que vai até Don Sak ( o porto) e depois de uma hora em um catamarã de alta velocidade chegamos a Koh Samui.

Como saímos
Compramos a viagem no próprio hotel. De Koh Samui para Bangkok. Saímos uma hora da tarde do hotel e chegamos a Khao San Road (Bangkok) às 4 da manhã. A empresa que fez toda a logística se chama Phantip Co Ltd, 293/6-8 Taladmai Rd, Bandon, Suratthani fones: 077 272230 272906
US$ 21 / 600 bahts

Hotel
Amadeus Bungalow – bangalows simples, com AC, banheiro dentro e água quente. Sem TV, com wi-fi na varanda. Sim, varanda com cadeiras e varal. Fornecem água, toalhas e papel higiênico. Bem simples, mas perto da praia e barato. Gerente super atenciosa nos ajudou com tudo até para pegar songthaew mais barato.
129 Moo 3, Maret, Koh Samui, Suratthai 84310
Fones: (66) 77-424 568 424 140
Lamai Beach
US$ 14 / 400 bahts

Movimentar-se na cidade
É só escolher a praia, pegar o songthaew, pagar US$ 3,50 / 100 bahts e pronto. Pechinchando conseguimos pagar US$ 2,80 / 80 bahts até Chaweng.

Dicas
– não deixe de ir um dia até Chaweng que é a praia mais badalada e movimentada. O mar é muito tranquilo, têm arrecifes, esportes de praia muito diferentes e rola uma vibe boa.
– não deixe de ir até os restaurantes de rua que ficam perto do McDonalds em Lamai. As comidas de rua são baratas, ótimas e ao lado tem os bares abertos com as garotas dançando pole dance, às vezes sem roupa íntima. É diferente.

Ayutthaya
Ayutthaya foi capital da Tailândia por 400 anos e guarda ainda toda a história. A cidade é charmosa, fica 75 kms de Bangkok, tem várias ruínas interessantes. Dá para ver tudo em um dia. Vá se você tiver tempo porque como é a história deles e a gente não conhece muito não é assim tão interessante.

Como chegar
Bangkok para Ayuttahya (75 kms). – US$  2 /  56 bahts – ônibus normal de linha com AC. Sai a cada vinte minutos da estação NorthEastern Bus Terminal, também conhecida como Mo Chit Bus Station e chega em Ayuttahya 1:30 depois na estação de ônibus de lá que é nada, tem apenas um guichê para você comprar a volta. O último ônibus sai às 17:00.
Dá para ir de trem que é um trem normal que os locais usam para ir e vir e que tem a cada 20 minutos.  Sai de Hua Lamphong (Bangkok Railway Station) também a cada vinte minutos. Não lembro o preço mas é mais barato que o ônibus. Da estação de trem você pode tomar um mini ônibus para a cidade. A estação fica do outro lado do rio.

Movimentar-se na cidade
Alugue uma bicicleta porque a cidade é plana e as distâncias são grandes. Assim que você chega à rodoviária já vê as bicicletas para alugar. Dessa forma você não tem que pagar os songthaews. Eles te dão um mapa da cidade e assinalam todos os lugares que você deve ir.
US$ 1,70 / 50 bahts
Chang : 089 9807669

Dicas
– pegue um mapa com o pessoal que aluga bicicleta. Não conseguimos achar a Oficina de Turismo que dizem que já é um ponto turístico por estar em um prédio histórico.
– vá cedinho porque tem muita coisa para ver. Um dia inteiro é suficiente.
– não pague entrada para os lugares. Chegue, faça cara de paisagem e entre. Os lugares que obrigaram a gente a comprar os tickets conseguimos ver de fora circulando de bicicleta. Caso você queira pagar, custa US$ 1,70 / 50 bahts.

Chiang Mai
Chiang Mai é a capital do norte da Tailândia e seu centro cultural. É destino certo para quem vai para o Laos, para quem quer esportes de aventura, quem quer ver as mulheres pescoçudas, Karen. A cidade tem uma vibração excelente, acesso fácil, tudo o que sempre tem na Tailândia: comida boa, gente simpática e passeios diversos.

Como chegamos
Bangkok para Chiang Mai (norte) –- ônibus normal com dois andares e poltronas menores, banheiro a bordo, lanche, lanche na parada, café e rodo moça. 10 horas de viagem com várias paradas para pegar mais passageiros e uma para banheiro e comida. Na parada você mostra sua passagem VIP e tem direito a uma bebida que escolher.
US$ 20 / 563 bahts

Como saímos
De Chiang Mai fomos para Luang Prabang no Laos. Compramos a viagem no nosso hotel. Fizeram o pick-up no hotel de manhã (10:00), em uma van muito boa com AC e cheia, passamos pelo White Temple (templo branco) em Chang Rai, paramos para almoçar e fomos para Chiang Kong na fronteira. Eles te deixam na fronteira e do outro lado alguém está te esperando. Fizemos as saída da Tailândia, nos colocaram em um barquinho precário para fazer a travessia do Mekong às 16:00. Depois do visto e da entrada no Laos, nos levaram de songthaew até a rodoviária. Compraram a passagem na hora, sem reserva. Ônibus VIP para eles, mas regular para nós, deram uma garrafinha de água, cobertor. Pararam muitas vezes para os locais descerem. A viagem é horrível, a estrada é cheia de curvas e esburacada. Chegamos às 5:30 da manhã em uma rodoviária fechada cheia de songthaews.
US$ 45 / 1300 bahts

Hotel
North Lands Hotel – um hotel muito simpático, perto do Thape Gate, restaurante barato, água mais barata da cidade.Quarto com TV a cabo, wi-fi no quarto e bom, banheiro com água quente. Fornecem toalhas, sabonete e papel higiênico. Limpam todos os dias e trocam as toalhas. Equipe muito simpática, pouco inglês e comunicação difícil mas são esforçados. Não se espante com a entrada porque o hotel é bom.
www.northlandshotel.net
2 Moonmuang Rd. Soi 7
(66) 53 218860 289533

US$ 17,24 / 500 bahts

Entradas
Doi Suthep – o templo mais importante em Chiang Mai e de onde você vê a cidade. Fica a 40 minutos de Chiang Mai de songthaew. Vá té o North Gate e espere encher um songthaew para o templo que aí fica mais barato. Eles esperam você visitar o templo e depois você volta com o mesmo. São 40 minutos montanha acima. Na entrada fizemos cara de paisagem e não pagamos.
Songthaew – US$ 4 / 105 bahts ida e volta

Movimentar-se na cidade
Como em todas as cidades, tem songthaews para todos os lugares. Não usamos porque a cidade é plana e pequena. Dá para fazer tudo a pé ou de bicicleta

Aula de culinária
Smart Cook Thai Cookery School
www.chiangmaismartcook.com
Agendei no próprio hotel porque não tem diferença de preços. Fiz um dia na fazenda. Eles te pegam no hotel, te levam até o mercado local e explicam todos os produtos que vamos usar e que são típicos da Tailândia. Depois songthaew até a estação de trem e trem até a cidade da fazenda. Chegando pegamos umas bicicletas novinhas e fomos pedalando (cerca de 10 minutos) até a fazenda. Pausa para banheiro, café e começamos as aulas. Não colhemos os ingredientes da horta porque é inverno e não tem horta. Não é necessário saber cozinhar para aproveitar porque é muito simples e eles ajudam tudo. Fizemos 6 pratos cada um, escolhidos por nós dentro de 5 categorias. Aula excelente, professora excelente. A volta é igual: bicicleta, trem e songthaew. Das 8:30 às 16:00. Valeu cada baht.
US$ 35 / 1000 bahts

Passeio
Fizemos um passeio combinado, comprado no hotel, que incluía rafting em canoa de bambu, passeio de elefante, show de elefantes, visita a uma cachoeira (leve maio) e visita a tribo longneck (pescoçudas). Sempre achamos esses pacotes uma enganação mas é o único jeito de fazer várias coisas em apenas um dia. Saída às 10:00 retorno às 15:00. Te pegam e te entregam no hotel.
US$ 26 / 750 bahts

Dica
– existem quatro mercados de rua em Chiang Mai. Cada um melhor que o outro. Aos domingos perto do Thape Gate, começa às 17:00. Aos sábados perto do Chang Mai Gate, começa às 17:00. São lindas, divertidas e cheias de novidade. Nos outros dois não fui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s