Great Ocean Road ou os Doze Apóstolos

Alguns dos famosos Doze Apóstolos
Alguns dos famosos Doze Apóstolos

A Great Ocean Road (Grande Rodovia Oceânica) começa a 11 km ao sul de Melbourne numa cidade chamada Tourquay e depois de 253 km chega a Warrnambool. É uma estrada costeira linda que faz o passeio ficar maravilhoso e fica na sua memória para sempre. Os penhascos espetaculares de calcário, as águas brilhantes e azuis batendo nas pedras, o Oceano do Sudeste. Cada curva faz você ficar sem respirar. A Grande Rodovia Oceânica é um memorial construído com trabalho duro, suor e lágrimas. É dedicada aos soldados que morreram na I Guerra Mundial e foi construída por 3000 ex-soldados que demoraram 13 anos para terminá-la. Ficou pronta em 1932 e é o maior memorial de guerra do mundo. Ela foi planejada no final da 1ª. Guerra Mundial para dar trabalho aos soldados que retornavam da frente de batalha, para tirar do isolamento as vilas da costa e facilitar a indústria de madeira e turismo. A rodovia oferece vistas espetaculares com uma bonita história por trás.
Ir até Melbourne e não ir fazer o passeio da estrada é um crime de lesa majestade. É tão famosa que não é possível perder e todas as agências, hotéis e albergues oferecem o passeio. Escolhemos o nosso como sempre, pela indicação do YHA e do Trip Advisor. Infelizmente os Doze Apóstolos ficam longe de Melbourne então são horas de ônibus. Várias para ir e várias para voltar. Saímos às 7:10 da manhã e voltamos às 21:00. Cansados e felizes depois de ver tanta beleza. Fomos em um micro ônibus, graças a alguém no Trip Advisor sentamos do lado do oceano e conseguimos ver e fotografar bastante. A ida é pela estrada, beirando o mar ea volta é por dentro do continente então o negócio é sentar do lado esquerdo do ônibus na ida porque na volta está escuro e não tem nada para ver. A turma era pequena, mas a mais misturada que tivemos até então: uma família iraniana, uma família do Vietnã, uma família americana, uma tailandesa, três de Cingapura, um menino da Malásia, um francês, duas alemãs que sabiam falar várias coisas em português e dois brasileiros (nós). Turma homogênea de países que nunca encontramos turistas antes.

Nossa turma no ônibus
Nossa turma no ônibus

Passeio: Paramos em uma praia de surfistas para tomar o chá da manhã com biscoitos. Dali paramos no Memorial Arch para tirar fotos e olhar o mar. Duas cidades de veraneio que são Lorne e Anglesea. Durante todo o trajeto da rodovia as vistas são magníficas. É mar, pedra e floresta o tempo todo. Paramos em um parque de coalas onde avistamos quatro coalas nas árvores, vários pássaros e a risonha kokaburra. Em Apollo Bay paramos para o almoço e uma caminhada pela praia. Depois do almoço fomos fazer uma trilha na Ottaway Rainforest aonde vimos árvores enormes. E finalmente os 12 apóstolos. Depois o Loch Ard Gorge e a London Bridge.


Mais uma praia e a mesma pose
Mais uma praia e a mesma pose


Um dos quatro coalas que vimos no parque dos coalas
Um dos quatro coalas que vimos no parque dos coalas

E finalmente os doze apóstolos. Como tudo o mais na Austrália é marketing. No final são apenas oito. Doze é para o nome ficar bonito. Dizem que eram nove e que um caiu. Infelizmente o sol estava contra a gente e as fotos não estão tão boas e de qualquer forma dá imaginar ver a beleza do lugar. Essas formações são o que resta da costa que é calcáre e está sempre sofrendo erosão do mar. As formações estão sempre mudando, algumas caem inteiras quando a base é erodida. Toda a costa nesse trecho é assim e transforma os penhascos em visões muito diferentes. Dizem que a cada ano dois centímetros são perdidos levados pelo mar e eles brincam que podem ser visitados todos os anos porque sempre estão diferentes.


Paisagens durante a viagem, da janela lateral.

London Bridge: É uma vista impressionante. O arco foi feito pelas ondas batendo nos dois lados da rocha
London Bridge: É uma vista impressionante. O arco foi feito pelas ondas batendo nos dois lados da rocha
Primeiro virou uma caverna, depois um arco e depois a ponte caiu. No futuro vai virar uma pedra igual a dos apóstolos
Primeiro virou uma caverna, depois um arco e depois a ponte caiu. No futuro vai virar uma pedra igual a dos apóstolos

Valeu o passeio, como sempre muito caro, muita correria, hordas de turistas mas se a gente não faz a gente não sabe e fica imaginando o que perdeu.

2 comentários sobre “Great Ocean Road ou os Doze Apóstolos

  1. Pingback: Melbourne – a cidade mais europeia da Austrália | Two backpackers

  2. Wilde A Campos

    E não dá pra perder mesmo. Como sempre, natureza maravilhosa, principalmente junto ao mar, que é de um azul puro e lindo. Amei a árvore gigantesca formando nicho e como não podia deixar de ser, a London Bridge. Pena que será destruída pela erosão, mas a conhecemos antes disso, graças a vcs, viajantes. Bjs.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s